Limpeza de Fossa Exige Equipamentos e Técnicos

Limpeza de Fossa Exige Equipamentos e Técnicos

Desentupidora em Porto Alegre

Limpeza de Fossa Exige Equipamentos e Técnicos – Fossas sépticas são consideradas a mais eficiente estação de tratamento de efluentes domésticos. Ela trata o esgoto individualmente, sem permitir a cultura de larvas de moscas e mosquitos e o trânsito, de casa em casa, de pragas, como ratos e baratas, através de manilhas, galerias e emissários. O seu mau uso, assim como a falta de cuidados como a limpeza de fossa, pode prejudicar o seu bom funcionamento.

Uma fossa séptica é formada por dois tanques. Esses tanques podem ser feitos de concreto, alvenaria e outros materiais seguros e resistentes.No primeiro, os dejetos sólidos são depositados no fundo e ocorre o processo de decantação, ou seja, a decomposição da matéria por meio da ação das bactérias anaeróbicas. Quando esse tanque é preenchido, o líquido é transferido para um segundo tanque, onde a água do esgoto é purificada com cascalho e areia. A partir daí a água pode ser devolvida para o meio ambiente ou até mesmo reaproveitada para outras finalidades.

Equipamentos necessários

O procedimento para a limpeza de fossa não é tão simples como possa aparentar. Ela exige equipamentos profissionais e de alta eficiência, além de conhecimento avançado e experiência na área. Se uma pessoa sem o preparo e os equipamentos adequados tentar efetuar a limpeza de fossa, é capaz dela danificar o sistema da fossa e ainda se contaminar com as bactérias e microorganismos nocivos presentes na fossa.

O principal equipamento usado na limpeza de fossa são as bombas de alta pressão, que são capazes de desobstruir o encanamento e estrutura da fossa sem que o esgoto transborde. As bombas de alta pressão são equipadas nos caminhões de empresas especializadas em serviços de limpeza de fossa.

Quando realizar a limpeza de fossa?

A limpeza de fossas deve ser feita regularmente e assim evitar que chegue a uma situação de entupimento e transbordamento. Técnicas da área recomendam que os tanques da fossa séptica sejam esvaziados pelo menos uma vez a cada três anos. É importante estar sempre atento ao funcionamento do equipamento. Quando começar a sentir qualquer tipo de mau cheiro nos ralos, é um sinal de que a fossa precisa ser limpa. Se a tampa da fossa estiver com infiltração, também é necessário chamar a ajuda profissional.

Cuidados diários

O mau uso da fossa séptica produz a morte das bactérias, o que traz, como consequência, os transbordamentos constantes e a inviabilização do sistema. O uso constante de desinfetantes contendo bactericidas é o maior inimigo do seu bom funcionamento. A cada descarga de cloro e desinfetantes é eliminado temporariamente, a vida dos “degradadores” existentes nos efluentes.

Se as descargas forem constantes destrói-se, permanentemente, o ecossistema bacteriano, inibindo, assim, qualquer possibilidade de um processo de degradação orgânica. Uma medida importante, neste caso, é a redução quase total do uso destes produtos na higienização da casa.